segunda-feira, 17 de julho de 2017

THE BEATLES - ROCKY RACOON


“Rocky Raccoon" era um faroeste musical que havia começado como um talking bittes, escrito por Paul na índia. Ambientado nas montanhas de Dakota (provavelmente por causa da canção de Doris Day “Black Hills of Dakota", do filme Ardida como pimenta), conta a história do jovem Rocky, cuja namorada Nancy Magill foge com Dan. Rocky persegue Dan e tenta atirar nele, mas Dan atira mais rápido. Na sequência, Rocky recebe cuidados em seu quarto de hotel de um médico que fede a bebida. “Quando compus essa, estávamos sentados no telhado, lá no bangalô do Maharishi, só curtindo", diz Paul. “Eu comecei a criar os acordes e o título originalmente era ‘Rocky Sassoon. Aí eu, John e Donovan começamos a inventar a letra, que saiu bem rápido, e acabou virando ‘Rocky Raccoon’ porque soava mais como coisa de caubói."
A letra tem uma leve semelhança com o popular poema de Robert Service “The Shooting of Dan McGrew” (1907), que também narra uma história de amor e vingança com personagens parecidos. Em ambos acontece um tiroteio num saloon. A mulher fatal no caso de Rocky é descrita no verso “she called herself Lil... but everyone knew her as Nancy” (“ela dizia se chamar Lil... mas todo mundo a conhecia como Nancy”) - Já no caso de Dan McGrew, a moça é “conhecida como Lou”.

A Apple Scruff Margo Bird ouviu dizer que o personagem do médico era real. “Paul tinha um quadriciclo e uma vez, no fim de 1965, caiu dele. Estava meio chapado naquele dia. Cortou a boca e lascou um dente”, diz ela. “O médico que veio examiná-lo estava fedendo a bebida e, por causa de suas péssimas condições, não fez uma sutura lá muito boa. É por isso que Paul ficou com um calombo feio no lábio e passou a usar bigode para esconder.”
Quanto à canção, Paul revelou: “Eu só tentei fazer com que fosse divertida. Sou eu escrevendo uma peça, uma peçazinha de um ato, e botando a maior parte dos diálogos nas bocas deles.” Ele disse que imaginou o personagem principal usando um chapéu de guaxinim como Davy Crockett. Bom, na falta de vídeo com os Beatles, a gente fica com dois bons covers. Richie Havens e Jack Johnson. Valeu!

2 comentários:

Joelma disse...

Gostei demais da versão de Richie Havens.

Benilson Silva disse...

Para mim está entre as 10 melhores do Álbum Branco